Beleza Curiosidades Feminismo Relacionamentos

Campanha: Repense o Elogio

18/10/2017

Qual é o poder das palavras? O que você diz hoje para uma criança, mesmo que seja para elogiar pode refletir nas suas escolhas futuras.

“Lindas, fofas, delicadas”, essas são algumas das palavras mais usadas para elogiar meninas. Por outro lado, os meninos ouve que “são fortes, espertos e corajosos”. Apesar de parecer inofensivo, os elogios têm um poder enorme de estabelecer normas e condicionar quem os está recebendo.

Campanha: Repense o Elogio

 

De que forma estes adjetivos com os quais os adultos elogiam suas crianças reforçam estereótipos de gênero e limitam as oportunidades de meninas e meninos?

Com o intuito de nos fazer refletir sobre a maneira que elogiamos as crianças e a ampliar o vocabulário de elogios direcionados às meninas para além da aparência física, a Avon lançou o documentário Repense o Elogio.

 

 

Repense o Elogio

Dirigido por Estela Renner, o filme de 46 minutos traz vários temas que passam pela construção da autoestima das crianças às formas diferenciadas como, de maneira geral, a sociedade cria meninos e meninas.

Inconscientemente, limitamos as possibilidades da mulher ao elogiarmos nossas meninas na maior parte das vezes por seus atributos físicos.

Iniciamos o projeto para falar dos elogios e da importância que eles têm na infância, mas rapidamente concluímos que estávamos falando de algo muito mais complexo, pois o elogio é só mais um traço de uma cultura que reforça estereótipos”, conta Estela Renner.

 

 

Foi feita uma pesquisa online em várias regiões do país para checar quais adjetivos eram os mais lembrados na hora de elogiar cada um dos sexos.

Quase 80% das palavras utilizadas pelos adultos para elogiar meninas estão relacionadas a aparência, como linda, bonita, princesa. Já para os meninos, 70% referem-se a habilidades, como esperto, inteligente, corajoso.

“Não há qualquer problema em chamar uma menina de linda, mas esse não pode e nem deve ser sua única qualidade. É preciso, portanto, ampliar o repertório de elogios e lembrar que meninas e também meninos são lindos, inteligentes e muito mais que apenas isso” – explica Gabriela Tebet, pedagoga e pesquisadora de temas ligados à infância.

Assista ao Trailer nesse link: https://youtu.be/gli0WmjFeFM

 

A sociedade reforça e perpetua a cultura de desigualdade de gênero também por meio da linguagem e da educação”, explica Nadine Gasman, Representante da ONU Mulheres no Brasil.

A produção que durou 10 meses pode ser vista em www.repenseoelogio.com.br.

Ficha Técnica
Idealização: Avon
Direção: Estela Renner
Produção: Estela Renner, Luana Lobo, Marcos Nisti, Fernanda Guimarães e Lara Kaletrianos (Mutato)
Produção executiva: Juliana Borges, Luciana Bobadilha e Mutato
Direção de fotografia: Carol Quintanilha
Montagem: Renata Terra
Trilha Sonora: Sound Design
Direção de arte: Guilherme Ávila
1ª Assistente de Direção: Carol Bretas
2ª Assistente de Direção: Bruna Bravo
1º Assistente de Câmera: Bruno Decc
Coordenação de Pós-Produção: Geisa França

 

 

Leia também:

5 Páginas para seguir e saber mais sobre o Feminismo.

 

 

Curiosidades Dicas Feminismo Tecnologia

Beta: Uma robô feminista

19/09/2017

 

 

Você já deve ter ouvido falar ou se deparou com aqueles chats automatizados que grandes marcas e celebridades utilizam para responder mensagens (Vivo! Eu odeio o chatbot de vocês). Muitas vezes pode ser frustrante falar com um robô, mas nem sempre é assim, e hoje quero falar sobre um projeto super legal do coletivo Pretalab, quero apresentar a maravilhosa Beta.

PretaLab é uma iniciativa do Olabi que acredita no protagonismo de meninas e mulheres negras e indígenas nos campos da inovação e tecnologia, visando reduzir as desigualdades sociais presentes no nosso país.”

Beta, é um chatbot baseado no Messenger do Facebook e que tem o papel de propagar o feminismo. Uma vez que você aceita manter contato com “a Beta” – de Betânia –  te avisa, envia uma notificação sempre que algum assunto relacionado a causa feminista ganhar mais destaque por aí, ou quando for necessária alguma mobilização de forma rápida. Ou seja, a Beta é uma robô feminista que surgiu com a missão de ajudar homens e mulheres a se informar e também participar de forma mais ativa na luta pelos direitos das mulheres e também impedindo retrocessos. 

 

Beta: A robô feminista

 

 

O site explica:

“Beta é uma ferramenta de mobilização online. Foi desenvolvida pelo Nossas, um laboratório de ativismo que acredita que um mundo mais justo e democrático só é possível se os poderes de uns não suprimirem a potência de outros. Por isso, colocamos a Beta à disposição de todos os grupos, organizações e ativistas que defendem os direitos das mulheres no Brasil.”

 

Ainda no site você encontra informações sobre os principais projetos e leis que envolvem os nossos direitos.

Curtiu? Então vai lá, chama a Beta no Inbox!

Confira o site: beta.org.br

Beleza Dicas Dieta Entretenimento Feminismo Saúde

Embrace O Documentário na Netflix

01/05/2017

embrace

Esse final de semana entrou no catálogo da Netflix o documentário Embrace, sobre o qual eu já tinha falado aqui no blog e estava ansiosa para assistir. E foi o que eu fiz nessa segunda-feira fria de feriado.

Embrace O Documentário é obra da fotógrafa australiana Taryn Brumfitt, foi lançado em 2016 e visa mudar um pouco da realidade em que vivemos, realidade essa onde nós mulheres travamos verdadeiras batalhas contra os nossos corpos diariamente. A mensagem é: Todos os corpos são lindos e merecem ser amados.

embrace-documentary-taryn-brumfitt

A fotógrafa resolveu explorar esse universo quando vivenciou mudanças que sempre desejou para o seu corpo, mas que mesmo assim não a fizeram feliz. Por mais que ela tivesse chegado ao objetivo, que no caso era “secar” com auxilio de dieta e horas de academia, ela continuava a não se gostar.

Participou de um concurso de body builder, onde se relacionou com mulheres com corpos considerados perfeitos, mesmo assim ouviu reclamações sobre falhas imperceptíveis. Na mesma época, percebeu que estava infeliz e resolveu dar um tempo desse universo e 7 meses depois postou em seu perfil no facebook um antes e depois um pouco incomum, e que foi aquilo que fez sua vida mudar.

Embrace O Documentário

O antes dela trazia uma das fotos do concurso, magra e bronzeada, a mãe de três filhos havia chegado ao seu tão sonhado corpo “ideal”. O depois trazia uma barriguinha, mas uma face tranquila, traduzindo a felicidade com o que estava vivendo naquele momento e o amor que continuava a sentir pelo seu corpo, independente do manequim. Um corpo real, bonito e feliz.

Na época ela não imaginou a proporção que aquilo iria tomar. A foto viralizou, ela ficou conhecida em muitos lugares, deu muitas entrevistas e resolveu que iria fazer algo por aquelas mulheres que sofrem por não estarem dentro daquele padrão inatingível para a maioria de nós, mas que somos bombardeadas diariamente.

Tarym criou um movimento chamado The Body Image Movement e o documentário é parte de mais de 100 entrevistas feitas com mulheres de diversos países, onde a principal pergunta era: Como você vê o seu corpo? Nojento foi o adjetivo mais usado nas respostas. Quase 100% das descrições traziam algo pejorativo.  Com isso, o doc deseja mudar a visão que a sociedade tem em relação aos padrões e mostrar que podemos sim amar o nosso corpo do jeitinho que ele é.

Confira o trailer de Embrace O Documentário.

Recomendo o documentário e lanço um desafio: Que tal começar a semana sendo menos crítica com você mesma? Que tal tentar se ver com um pouco mais de amor?

Saiba mais sobre o movimento aqui.

Curiosidades Maquiagem

Juliana Rakoza: Maquiagem para deficientes visuais

14/03/2017

Juliana Rakoza: Maquiagem para deficientes visuais

Maybelline promoveu na última semana uma ação de inclusão, um workshop de maquiagem ministrado por sua maquiadora oficial, Juliana Rakoza, na Adeva – Associação de Deficientes Visuais e Amigos. O objetivo do projeto foi destacar como a maquiagem pode ajudar na autoestima e que os desafios enfrentados com a deficiência não impedem mulheres de serem independentes e poderosas.

Juliana Rakoza: Maquiagem para deficientes visuais

Juliana Rakoza deu dicas de maquiagem para deficientes visuais, entre elas:

– Na hora de passar o blush, sorrir ajuda na hora de encontrar o local correto de depositar o produto: as maçãs do rosto;

– Para passar o batom, o dedo indicador é o ajudante perfeito. Ele deve ficar encostado na linha dos lábios guiando o batom para que o produto não ultrapasse e não borre, até que o contorno fique completo. Se o batom borrar, o dedo indicador pode limpar a área do contorno dos lábios com a base.

– A máscara de cílios também tem um cuidado especial: o dedo indicador auxilia na hora de passar o produto, ficando por baixo dos cílios e não deixando que o pincel entre nos olhos.

Juliana Rakoza: Maquiagem para deficientes visuais

O evento reforçou o posicionamento global da marca, “Make it Happen”, traduzida no Brasil como “Faça Acontecer”. A mensagem institucional valoriza uma nova geração de mulheres, livre para se expressar de diferentes maneiras, que aposta em sua singularidade e usam a maquiagem como reflexo de sua personalidade.

 

 

Beleza Dieta Relacionamentos Saúde

Papo sobre Autoestima

17/01/2017

Papo sobre Autoestima

Inspirada na hashtag #PaposobreAutoestima criada pelas meninas do @futilidades lá no Instagram resolvi falar um pouco sobre o momento de descobertas que estou vivendo. Espero que gostem.

Nos últimos tempos tenho mudando muito a forma como vejo o meu corpo. Resolvi olhar pra ele de uma forma mais carinhosa, resolvi tirar o foco daquilo que me fazia não gostar dele. Pensei: o que eu tenho a perder ao amá-lo assim? Do jeito que ele é? O que poderia acontecer de tão ruim ao aceita-ló? Nada. Bem pelo contrário.

Vou voltar um pouco no tempo. Eu não lembro de quando na vida eu não tenha me preocupado com o meu peso. Acho que eu devia ter uns 9 anos quando a pediatra orientou a minha mãe que apesar de ter altura eu deveria fazer uma dieta pois estava com um peso não muito comum para crianças da minha idade. Era um leve sobrepeso, nada absurdo, mas aquele foi o momento em que as “dietas” começaram a fazer parte da minha vida. A regra era sempre dieta. Desde lá eu sempre tinha algum peso a eliminar. Mesmo quando o IMC demonstrava que eu estava dentro do “normal” ainda me sentia gorda – quando na minha mente o termo gorda estava ligado ao feio, ao grotesco, ao errado – e fora daquele padrão idealizado por mim com base nas minhas referências tão limitadas.

Claro que aquilo tudo, aquela pressão por se manter dentro daquele padrão foi gerando uma ansiedade na criança, depois na adolescente e por fim na adulta que continuava uma guerra contra o seu corpo que insistia em ser diferente daqueles que estampavam as revistas. E óbvio que toda essa ansiedade só fazia mal.

Depois de muitos anos insatisfeita, depois de medicamentos, depois de anos de efeito sanfona, depois de distúrbios alimentares resolvi  arriscar… Procurar a beleza além dos padrões com os quais cresci. Buscar novas referências, novas inspirações.

Já fui mais magra e mais jovem do que sou hoje, mas não mais feliz. É um processo difícil esse de se ver com amor e mudar o olhar.

“Aquele olhar treinado a perceber

a imperfeição.”

 

Sigo vendo as “imperfeições” e até percebo um certo charme nisso, afinal, isso me torna única. Mas digo mais uma vez: Não é fácil, é um dia após o outro, mas não custa nada tentar. Tentar se amar. ❤

Uma dose de autoestima pra melhorar o seu dia

Aproveito o clima para compartilhar com vocês o trailer do documentário Embrace, um projeto criado pela fotógrafa Taryn Brumfitt que anteriormente criou um movimento chamado The Body Image Movement onde entrevistou mais de 100 mulheres. Nessas entrevistas ela pedia que elas descrevessem os seus corpos. A maioria das respostas traziam palavras pejorativas. O documentário visa mudar a ideia que a sociedade tem em relação aos padrões e mostrar que podemos sim amar o nosso corpo do jeitinho que ele é.

 

 

Foto: Camila França Retratista.

Curiosidades Dicas Viagem

Viagem: Buenos Aires

18/08/2016
Tá pensando em ir pra Buenos Aires? Neste post vou dar dicas de passeios obrigatórios pra quem tá indo pra lá ou esta fazendo planos de ir.

Atenção ao aeroporto

Primeiro de tudo, ao comprar a passagem preste atenção ao aeroporto de chegada. Buenos Aires tem dois aeroportos, o Aeroparque localizado perto do centro da cidade e mais vazio e o de Ezeiza, mais afastado e segundo dizem lotado. A diferença? O Freeshop, o de Ezeiza tem um stand enorme da MAC e outras marcas enquanto o do Aeroparque é pequeno, mas na minha opinião não faz tanta diferença assim. Depende do que você esta querendo comprar.

Hotel Mundial

Nós ficamos hospedados no Hotel Mundial, que fica na Av. de Mayo, achei muito bem localizado e indico pra quem quiser ir. A cidade é pequena e se locomover de um local ao outro não é difícil, sendo de táxi, ônibus ou metrô, só não deixe para pegar o último em horário de pico, a partir das 17h. Tente chegar aos pontos turísticos a partir de umas 9h da manhã, antes disso você não vai encontrar nem uma mosca.
Apesar da valorização real x peso o que achei mais caro foi a alimentação, pra vocês terem uma idéia fomos ao mercado comprar algumas coisas e um simples pacote de bolacha estava equivalente a 5 reais!!!

Casa Rosada

Acho que a maior atração turística e mais visitada de toda a Argentina é a Casa Rosada, é igual ir ao Rio e não visitar o Cristo. Sede da presidência, foi na sua sacada em que Evita fez o famoso discurso para o povo. A Casa é aberta para visitação grátis aos Domingos, mas vá com tempo, a fila é grande e pode durar até mais de 1 hora de espera.

Plaza de Mayo

Também na Plaza de Mayo onde fica o palácio, é possível encontrar outras atrações como a Catedral Metropolitana de Buenos Aires, o Cabildo e a que eu achei a mais interessante e que vale muito a pena, o Museo Del Bicentenario. No museu você pode conhecer toda a história da Argentina desde a sua origem, passando por Evita e o governo atual através de videos e objetos em exposição.

Caminito

O famoso Caminito localizado no Bairro de La Boca respira tango, com suas casas coloridas é o lugar mais cheio de turistas, e consequentemente aonde se deve ter mais cuidado com seus pertences. Ao total de umas 4 ruas é possível ver casais dançando tango e tentando interceptar turistas, e artistas com seus quadros e artesanatos. Outro ponto no bairro é o estádio do Boca Juniors, abre às 10h e por 50 pesos, se pode conhecer o museu do time, além de conhecer o gramado da La Bombonera.

Puerto Madero

Puerto Madero é o que há de mais moderno em arquitetura em uma capital que representa e tem orgulho de seu passado. Dividido em decks é o lugar ideal para fazer uma caminhada aproveitando o pôr-do-sol, e comer uma verdadeira Parrilla argentina, recomendo um restaurante chamado Siga La Vaca, no deck 01.

Recoleta

No Bairro da Recoleta se encontra o cemitério onde estão enterrados várias pessoas famosas como Evita Perón. Em sua frente há uma feira de artesanatos e andando um pouco mais um passeio que vale muito a pena é ir até o Museu Nacional de Belas Artes, que possui obras de artistas como: Rembrandt, Rubens, Renoir, Cézanne e Rodin. Vale lembrar que a entrada é grátis, e que o povo argentino preza muito por esse hábito de “praticar” a cultura.
O Obelisco é um monumento em comemoração ao quarto centenário da fundação da cidade, centralizado na Av. 9 de julho, corta as principais avenidas comerciais do centro como a Córdoba, e a Avenida Corrientes, que é conhecida por ser uma espécie de Broadway argentina. Já a Feira de San Telmo, é uma feira de antiguidades que vale a pena visitar, tanto pra comprar lembranças quanto pelo passeio. Prepare-se para andar, ela deve ter umas 8 quadras.A feira ocorre somente aos domingos.

Abandono: O zoológico de Buenos Aires

O Zoo de Buenos Aires inaugurado em 1874 fica dentro do bairro de Palermo, dentro mesmo, até fiquei curiosa como pode existir um jardim zoológico rodeado por prédios. Porém fiquei um pouco triste com as condições de alguns animais e com a falta de estrutura com que eles tem que lidar.
Compartilhe
Veja também esses posts
Literatura

Os melhores livros desconhecidos do mundo literário!

29/02/2016

Olá, pessoal! No post de hoje trago para vocês os melhores livros do mundo literário que eu já li e que por algum motivo, não são famosos,  livros desconhecidos. Tem vários outros livros perfeitos que já li, mas por já serem conhecidos, não coloquei nessa listinha ♥ Então, se você está vagando pela internet, procurando alguma coisa nova para ler e não sabe qual livro escolher, tá aqui a sua salvação!

O lado feio do amor de Colleen Hoover

O lado feio do amor

SINOPSE: Quando Tate Collins se muda para o apartamento de seu irmão, Corbin, a fim de se dedicar ao mestrado em enfermagem, não imaginava conhecer o lado feio do amor. Um relacionamento onde companheirismo e cumplicidade não são prioridades. E o sexo parece ser o único objetivo. Mas Miles Archer, piloto de avião, vizinho e melhor amigo de Corbin, sabe ser persuasivo… apesar da armadura emocional que usa para esconder um passado de dor. [LEIA A RESENHA COMPLETA AQUI | DEAR MAIDY]

Fragmentados de Neal Shusterman

Fragmentados

SINOPSE: Em uma sociedade em que os jovens rejeitados são destinados a terem seus corpos reduzidos a pedaços, três fugitivos lutam contra o sistema que os fragmentaria . Unidos pelo acaso e pelo desespero, esses improváveis companheiros fazem uma alucinante viagem pelo país, conscientes de que suas vidas estão em jogo. Se conseguirem sobreviver até completarem 18 anos, estarão salvos.  [LEIA A RESENHA COMPLETA AQUI | DEAR MAIDY]

Reboot de Amy Tintera

reboot

SINOPSE:Quando grande parte da população do Texas foi dizimada por um vírus, os seres humanos começaram a retornar da morte. Os Reboots eram mais fortes, mais rápidos e quase invencíveis. Quanto mais tempo uma pessoa permanecia morta, menos traços de humanidade ela apresentava ao retornar como um Reboot. E esse foi o destino de Wren Connolly, agora conhecida como 178, a Reboot mais implacável da CRAH (Corporação de Repovoamento e Avanço Humano). Como a mais forte, sua principal função é capturar Reboots e humanos rebeldes que representam ameaças à população, além do treinamento de novos Reboots. Quando a nova leva de novatos chega à CRAH, um simples 22 chama a atenção de Wren. E a convivência com ele faz com que 178 comece a questionar a própria vida e o rigoroso método da corporação à qual tanto se dedicou. Quando a Reboot mais implacável começa a questionar suas convicções, a realidade dos reinicializados começa a mudar.   [LEIA A RESENHA COMPLETA AQUI | DEAR MAIDY]

O Rouxinol de Kristin Hannah

O Rouxinol

SINOPSE: Quando o país é tomado, um oficial das tropas de Hitler requisita a casa de Vianne, e ela e a filha são forçadas a conviver com o inimigo ou perder tudo. De repente, todos os seus movimentos passam a ser vigiados e Vianne é obrigada a fazer escolhas impossíveis, uma após a outra, e colaborar com os invasores para manter sua família viva. Isabelle, irmã de Vianne, é uma garota contestadora que leva a vida com o furor e a paixão típicos da juventude. Enquanto milhares de parisienses fogem dos terrores da guerra, ela se apaixona por um guerrilheiro e decide se juntar à Resistência, arriscando a vida para salvar os outros e libertar seu país. [LEIA A RESENHA COMPLETA AQUI | DEAR MAIDY]

Compartilhe
Veja também esses posts
Viagem

Onde ficar em Gramado – Palace Hotel

18/05/2015

gramado palace hotel

O “Onde ficar” dessa vez traz uma dica direto da Serra Gaúcha, da bela cidade de Gramado. Nesse final de semana fui encontrar uma amiga que veio passar uns dias no Rio Grande do Sul, fiquei em Gramado, no hotel Gramado Palace Hotel.

O Palace é um hotel da década de 1980, sua decoração mistura os estilos barroco e kitsch, com toques espanhóis e portugueses na construção. Surpreende pela variedade de objetos, bem como o tamanho do local.

gramado palace hotel

Todos os quartos possuem sacadas que dão para o belíssimo pátio da propriedade, verde, com fontes e estátuas, uma ótima locação para ensaios fotográficos e filmes. Lembrei dos filmes do Lars Von Trier. Tanto as partes internas quanto as externas do hotel chamam atenção pela grandiosidade.

Felizmente toda essa grandiosidade não reflete tanto no preço, uma vez que possuem promoções para baixa temporada, vale conferir no site. Se você for sem muitos planos o hotel oferece alguns serviços para ajudá-lo a aproveitar ainda mais a viagem, como passeios turísticos e visitas guiadas.

gramado palace hotel

gramado

gramado palace hotel

gramado palace

A equipe é gentil e prestativa e o café da manhã é delicioso, com uma bela variedade, digna de Gramado, com tortas, bolos, doces, salgados, pães, cucas…

A internet é gratuita e liberada em todo o hotel – sem a necessidade de ficar logando mil vezes e pra quem curte nadar, tem uma piscina térmica. 

Dicas Viagem

Viagem: Berlim – Parte I

20/11/2013
Berlim

Se fosse pra escolher algum lugar para viver fora do Brasil, sem pensar muito eu responderia Berlim. Por dois anos seguidos tive o prazer de viajar pra lá e minha ideia é voltar. Não sei quando, mas a capital alemã me cativou pelas suas riquezas culturais e sendo turista as opções são as mais variadas. Eu poderia passar um mês lá que não veria tudo, assim como se eu fosse falar sobre tudo teria que escrever por muito tempo, então vou tentar condensar as informações.

Nos dois anos ficamos hospedados em um hostel, o City Hostel Berlin, o preço é em conta, a localização é bacana e o café da manhã é muito bom, o melhor de toda a viagem! Recomendo pra quem quer ficar em Berlim gastando pouco.

Vá de metrô

Dentro da cidade nos locomovíamos de metrô e taxi. No metrô a dica é comprar o ticket para o dia todo, sai mais em conta se você for transitar pela cidade. Por falar em metrô, quem aí já leu ou assistiu Cristiane F.? Lembra que parte da história acontecia na estação Zôo de Berlim? Então, eu passei por lá quando fui visitar o famoso zoológico e o Aquário da cidade. Fiquei imaginando como seria passar por alí naquela época. Obs: Os azulejos do metrô são verdes, lembram algo de hospital, sei lá.

O zoológico de Berlim

O Zôo é gigante, é o mais antigo jardim zoológico na Alemanha e apresenta a mais completa coleção de espécies no mundo. Passamos muitas horas lá, recomendo reservar 1 dia para o passeio. Não lembro o valor dos ingressos, mas deveria ser em torno de 20 euros.

Berlim



Berlim se destaca pelo contraste entre a tradição, história e a modernidade. E história ela tem muito pra contar. Eu que moro no interior, cidade pequena, quando estive em Berlim, parecia uma criança em um parque de diversões, querendo absorver tudo o que aquele lugar tem a oferecer. 

Sugiro que vá com um calçado bem confortável que possibilite longas caminhadas.

Berlim

 

O portão de Brandemburgo e o Reichstag


Entre as atrações mais populares está o Portão de Brandemburgo (Brandenburger Tor), que fica bem perto da sede do parlamento alemão, o Reichstag, que eu fui visitar, aliás, se você fizer reserva online pode entrar no palácio e subir na famosa cúpula de vidro. 

Berlim

 

O Tiegarten e a Coluna Vitória


Alí pelas redondezas é possível tomar um chopp a sombra de muitas árvores. Aliás, parques com verde não faltam em Berlim. E no Reichstag você estará ao lado do Tiegarten, um parque incrível e gigantesco, visite a área central onde se localiza a Coluna da Vitória. Muito verde e bicicletas por todos os lados compõem a metrópole alemã.

Berlim

 

Museus em Berlim


Se você curte arte, vá para Berlim! A cidade possui mais de 170 museus, entre eles a mundialmente conhecida Ilha dos Museus. Dos museus que eu fui o que mais gostei foi o DDR Museumque mostra o estilo de vida comunista na Alemanha Oriental. “DDR” origina-se de Deutsche Demokratische Republik nome oficial da Alemanha Oriental em alemão. O DDR Museum está localizado às margens do rio Spree (junto a ponte Karl-Liebknecht) e em frente a Catedral de Berlim. Eu já tinha visto esse museu no Multishow, no Lugar Incomum quando a Didi Wagner foi pra Berlin, e desde lá esse museu estava na minha lista de lugares para conhecer. 


DDR museum



Próximo a esse museu fomos visitar a Fernsehturma torre de TV, outro ponto turístico bem disputado – nesse você compra o passe e vai passear pois demora! As filas são grandes – mas vale a pena esperar, a vista de 203m de altura é belíssima. A torre de TV da cidade é a estrutura mais alta de Berlim (368m). Do alto de sua plataforma de observação você poderá ver a cidade inteira em um ângulo de 360°. 

Berlim


A torre fica na Alexanderplatz e foi construída entre 1965 a 1969 como símbolo da República Democrática Alemã (RDA). Mesmo após a reunificação alemã, ela continua sendo o símbolo da cidade. Outra atração da torre é o seu restaurante giratório, que gira uma vez a cada vinte minutos, levando aproximadamente 30 minutos para dar uma volta inteira. O restaurante atende para almoço e jantar. Reservas podem ser feitas aqui


Estamos no Instagram: @nocaminhoeutecontoblog



Dicas Fotos Viagem

Viagem: Madame Tussauds em Amsterdam

12/03/2013

Muito famoso, o museu de cera Madame Tussauds possui instalações em diversos lugares do mundo, sendo que a sede principal fica em Londres. Abriga estátuas de cera de celebridades/personagens e recebe milhares de visitantes. Eu já tinha ouvido falar dele, na tv e através de amigos que visitaram.

Curiosidade: Marie Tussaud (1761-1850), nascida em Strasbourg, França, trabalhou como governanta para o Doutor Philippe Curtius, um médico com talento em modelação da cera, que ensinou essa arte a Tussaud. Começou sua carreira modelando em cera, máscaras de vítimas da Revolução Francesa. Ela se mudou para a Inglaterra em 1835, fez uma mostra de seu trabalho na Baker Street perto do endereço do atual museu. 

Museu de Cera em Amsterdam
Hannibal Lecter!
Em 2012 quando criei o roteiro da minha estada em Amsterdam, vi que havia um Madame Tussauds bem próximo ao nosso hostel – aliás, achei tudo muito perto em Amsterdam. É possível percorrer o centro caminhado ou pedalando – e coloquei na lista de lugares que gostaria de visitar.
São estátuas de cera, mas estátuas muito bem feitas e sempre tem a chance de fazer uma foto ao lado da estátua da sua celebridade favorita. É um passeio divertido. Além disso, o museu tem um espaço que mostra como é o processo de criação de uma estátua de cera.

Museu de Cera em Amsterdam

Para quem pretende viajar pra lá, já fica a dica, o museu está localizado bem no centro de Amsterdam, próximo ao famoso Red Light. Seguem algumas fotos que fiz durante o passeio.
Museu de Cera em Amsterdam
Nem aí pro George Clooney… Jogando Angry Birds.
Museu de Cera em Amsterdam
Anne Frank e seu diário… Outro ponto turístico que vale conhecer em Amsterdam é a casa onde Anne Frank ficou escondida com a família por dois anos durante a Segunda Gerra.
Museu de Cera em Amsterdam
Museu de Cera em Amsterdam
Vista do segundo andar do museu.
Museu de Cera em Amsterdam
Museu de Cera em Amsterdam
Museu de Cera em Amsterdam